• Prêmio Melhor Cidade
  • Prêmio Melhor Destino de Inverno
  • Prêmio Prefeito Empreendedor
  • Transparência na Internet
  • Travellers Choice

Prefeitura trabalha no controle de borrachudos

Visando diminuir a proliferação de simulídeos, popularmente conhecidos como borrachudos, a Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Saúde/Vigilância em Saúde, realiza uma série de ações de controle, como a aplicação do larvicida biológico – BTI em rios e riachos do interior do município. Linha 28, Linha 15, Tapera, Pedras Brancas, Quilombo, Marcondes, Caboclo e Moreira foram algumas das localidades que já receberam a aplicação do larvicida.

As ações de controle biológico, ambientais e educativas realizadas pela secretaria durante a primavera e o verão contemplam 25 localidades do município. O cronograma de atendimentos é executado a partir da avaliação da equipe técnica e das demandas do Fala Cidadão. As ações beneficiam a comunidade do interior e também da área central, já que o BTI atua diretamente nas larvas, impedindo que o inseto se reproduza.

“Orienta-se à comunidade que solicite quando necessário, pelo Fala Cidadão, a visita de técnicos para a verificação de infestação de borrachudos nas residências do interior e da área urbana e os rios e riachos próximos para avaliação da necessidade de aplicação do BTI”, destaca a coordenadora da Vigilância em Saúde, Marina Toniolo.

A Prefeitura está atualizando o Programa Municipal de Vigilância e Controle de Simulídeos, visando atender às legislações vigentes e determinações da FEPAM e da Vigilância em Saúde Estadual, que vão desde a necessidade de responsável técnico para monitoramento e execução das atividades até alternativas de controle, como manejo ambiental e técnicas de controle biológico do borrachudo.

"A preservação dos rios, riachos e arroios pela população é de extrema importância no controle do borrachudo: preserve a natureza, não desmatando nem largando dejetos no ambiente", enfatiza o técnico Ardiles Rossa.

 

Como funciona a aplicação do BTI

A aplicação do BTI é realizada pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Saúde/Vigilância em Saúde, de acordo com as normas estabelecidas pelo Programa Estadual. Servidores capacitados pelo Estado medem o volume de água dos rios através de calhas, calculam a vazão e determinam a quantidade de biolarvicida a ser aplicado em água corrente, como rios e riachos. O inseto adulto vive em torno de 45 dias, sendo assim, são feitas aplicações de BTI  a cada 15 dias para que as larvas de borrachudo sejam eliminadas, até que se complete o ciclo de controle, conforme recomendado pelo Programa Estadual. Após este período, a equipe técnica monitora os locais, reiniciando as aplicações caso seja constatada a presença de larvas nos rios.