• Prêmio Melhor Cidade
  • Prêmio Melhor Destino de Inverno
  • Prêmio Prefeito Empreendedor
  • Transparência na Internet
  • Travellers Choice

Papel solidário da publicidade em debate

O debate sobre a contribuição da publicidade para causas sociais foi o tema do Encontro do Bem, promovido pela Associação Latino-Americana de Publicidade (Alap), na última segunda-feira (27), no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, em Porto Alegre. O evento reuniu autoridades e publicitários do Rio Grande do Sul e de todo o país.

Na ocasião, o prefeito de Gramado, João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, recebeu um troféu alusivo ao Festival Mundial de Publicidade, sediado pela cidade em anos ímpares. “Temos muito orgulho em ser palco de um dois maiores eventos da área de todo o mundo, proporcionando reflexão e fomentando novas ideias e projetos”, disse.

A Alap é uma entidade sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento, a profissionalização e o intercâmbio de informações e experiências do mercado da indústria publicitária na América Latina. São cerca de 400 agências associadas só no Brasil.

Segundo o presidente da Alap, Airton Rocha, a publicidade solidária - aquela que as agências fazem para ajudar entidades sociais, sem cobrar pelo serviço -, tem mostrado crescimento no mercado. Ele cita como exemplo as campanhas para hospitais e hemocentros, seja para pedir doação de dinheiro, de materiais, de voluntários ou de sangue. “Queremos mostrar que não precisamos ficar esperando que as autoridades resolvam todos os problemas. A própria sociedade pode resolver. Esse tipo de campanha, para ajudar o próximo, é um pouco do trabalho que nós fazemos”, explicou.

As edições do Encontro do Bem são organizadas para arrecadar recursos para esse tipo de ação. No entanto, o encontro desta segunda-feira foi uma forma de divulgar o trabalho e de chamar a atenção das autoridades e dos empresários.

Também estiveram presentes o governador José Ivo Sartori, a primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori; e a ex-governadora e deputada federal Yeda Crusius.