• Prêmio Melhor Cidade
  • Prêmio Melhor Destino de Inverno
  • Prêmio Prefeito Empreendedor
  • Transparência na Internet
  • Travellers Choice

Abertura da Semana Afro aconteceu na segunda

Há nove anos a Prefeitura Municipal de Gramado, através da Secretaria de Educação realiza a Semana Afro Cultural de Gramado. Um momento de reflexão da comunidade escolar para combater o racismo no município e promover a cultura afro. Na última segunda-feira, dia 7, aconteceu no Teatro Elisabeth Rosenfeld, a abertura oficial da Semana, que contou com a presença de alunos, professores e comunidade.

No evento, foram realizadas diversas apresentações artísticas com professores e alunos das escolas Carlos Nelz (Caic), Senador Salgado Filho e Carlos Barbosa. A professora homenageada Vera Neusa Lopes, que ministra aulas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), recebeu inúmeras homenagens dos professores e alunos da rede de ensino. A professora foi responsável pela palestra “Educação dos negros no Rio Grande do Sul: uma questão de responsabilidade, mas de quem?” para os professores da rede municipal. Para Vera, “Gramado é referência para os demais municípios do Rio Grande do Sul na luta contra o racismo”.

Segundo a Secretária de Educação, Julita Andreis, o projeto de trabalho com o tema étnico-racial é realizado há dez anos no município, um ano na escola Caic e nove como a Semana Afro. “Estão sendo realizadas diversas ações no município no que diz respeito a implementação da resolução 0001/2015, que institui normas complementares às diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira, africana e indígena no âmbito do Sistema Municipal de Ensino de Gramado”, destaca a Secretária.

Nesta nona edição, a Semana tem como tema a diversidade de tons de pele. “Quando os alunos, nas atividades pedagógicas, pedem o lápis cor da Pele, a gente responde: que cor? da minha pele ou da tua pele?”, comentou a Secretaria Adjunta de Educação Denise Foss.

Para a implementação do tema nas escolas da rede municipal de ensino, uma das iniciativas foi a compra de caixas de giz de cera “cor da pele”, produzidos especialmente em parceria com a Uniafro para a valorização e o fortalecimento das práticas na rede de ensino de gramado. A organização da semana ficou estruturada, entre as escolas e os professores, através de polos estarão articulados com uma programação planejada para a troca de experiências.