• Prêmio Melhor Cidade
  • Prêmio Melhor Destino de Inverno
  • Prêmio Prefeito Empreendedor
  • Transparência na Internet
  • Travellers Choice

Parque dos Pinheiros passa por primeiras reformas

Cumprindo o compromisso de recuperar o Parque dos Pinheiros e evitar a devolução de pelo menos R$ 2 milhões dos cofres municipais ao governo federal, a Prefeitura de Gramado executa as primeiras reformas na infraestrutura do local.

As trilhas vêm sendo recuperadas e a drenagem próximo do acesso ao bloco de lojas está sendo implantada. O estacionamento foi restaurado por meio de processo de britagem e compactação e consertos do meio-fio. O próximo passo é o aterro de parte do terreno. O serviço é efetuado pela Secretaria de Obras, com orientação das Secretarias de Governança e do Meio Ambiente.

Ainda que passando por reformas, o Parque dos Pinheiros já sediou, no último mês, uma atividade com a participação de escolas municipais que resultou no plantio de mudas de Araucária, Ipê e Erva-Mate.

“É uma forma de começar a integrar a comunidade ao parque e às ações de desenvolvimento sustentável e de educação ambiental, um dos pilares da administração municipal”, afirma o prefeito Fedoca – João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT).

Ao assumir o Executivo Municipal, a atual administração encontrou o Parque dos Pinheiros degradado e prestes a devolver recursos ao governo federal por conta da deterioração da infraestrutura. A Prefeitura de Gramado conseguiu prorrogar o prazo contratual para recuperar o empreendimento até 30 de dezembro deste ano. O prazo foi concedido pelo Ministério do Turismo após a apresentação de um relatório técnico sobre o local e das tratativas, desde o início de 2017, entre a atual administração, a Caixa Federal e o próprio Ministério.

“Depois de efetuar a manutenção e recuperação das estruturas do parque, que são objeto de contrato com a Caixa, é que vamos trabalhar na entrega do local para o uso da comunidade, o que deve ocorrer no próximo ano”, afirma a secretária do Meio Ambiente, Rosaura Heurich.